domingo, 29 de março de 2015

Leite de soja - #Bimby

Atualmente, esta é sem dúvida uma das receitas que mais me questionam. E tão simples que é...
Comecei a consumir exclusivamente leite de soja, aquando da gravidez da minha filha. Tive umas quantas crises abdominais e até se descobrir o que era, andei mesmo em sofrimento, porque eu adorava leite e bebia todos os dias. Desenvolvi uma intolerância ao leite, que julgo ter sido temporária, porque já experimentei beber umas gotas de leite, anos depois, e fiquei bem. Mas entretanto habituei-me ao leite de soja e já testei quase todos, uns melhores que outros. Desde que comecei a fazer na bimby, prefiro este, até pelo valor mais económico.
Na actual Bimby TM5, a receita já vem programada na chave do livro base. Eu faço algumas, pequenas, alterações ao meu gosto. Habitualmente uso soja texturizada, mas também uso feijão de soja (é o que estiver mais barato). Quando hidrato, deixo sempre o feijão o dobro das horas.
Também faço leite de aveia e Amêndoa, sendo o meu preferido o Leite de Amêndoa. Em breve, deixarei a receita.
Espero que gostem!

Ingredientes:
100g feijão de soja ou soja texturizada
1500g água 
45g flocos de aveia (opcional)
20g açúcar (opcional)

Preparação:
# Colocar a soja texturizada de molho cerca de 4 horas.
# Colocar no copo a soja bem escorrida, 300g de água e os flocos de aveia (eu não usei) e triture 30 seg/vel 7.
# Adicionar 800g de água e programe 30 min/100°C/vel 1. Colocar o cesto sobre a tampa, em vez do copo medida, para evitar salpicos.
# Colocar o cesto forrado com um pano de algodão fino sobre um recipiente e coe o líquido, espremendo bem o pano. Normalmente, eu já não faço isto. Passo apenas por um passador fino e fica muito bem!
# No copo limpo colocar o líquido, 400g de água e o açúcar e programe 5 min/100°C/vel # Retirar para uma garrafa ou jarro de vidro com tampa hermética.




Isto é o Okara,  nome dado para os resíduos da preparação do leite de soja. É um alimento altamente nutritivo, que contém muitas fibras solúveis e insolúveis, bem como uma pequena quantidade de proteínas.
Assim como o Tofu, a Okara tem um sabor neutro e pode ser aproveitada de muitas maneiras:
- Para enriquecer e engrossar sopas, molhos e purés;- Como base de bolinhos, hambúrgueres, almôndegas;- Em recheios e patés;- Como ingrediente em pães, bolos, tortas, cookies, etc.
Pode ser usada imediatamente após o preparo do leite de soja ou guardada no frio para ser consumida posteriormente. Conserva-se na por 2 ou 3 dias no frigorífico e no congelador/arca por 4 ou 5 meses.
Em breve também irei mostrar algumas receitas bem simples, para aproveitar estes nutrientes.





Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário

Klaudia